GAIA - Porto

Grupo de Acção e Intervenção Ambiental

domingo, junho 05, 2005

a besta de betão


Marques Gomes

Antes havia as árvores erguendo-se sobre o vale do rio, a paisagem idílica da natureza suspirando ainda entre o perfil betonizado do horizonte ... agora há a ameaça de uma história que se escreve milhares de vezes nesse território Atlântico de Portugal, a besta imobiliária a reclamar o seu alimento, a besta insanciável alimentada pela mão cega do capital timbrando com seu cunho todos os poros do corpo de Mãe Terra. Onde há ainda as folhas caíndo sobre a terra, o verde de uma flora que se mostra ainda orgulhosa e resistente, parece poder vir a haver prédios de luxo para os ricos, mais prédios, mais ricos, mais pobres que todos ficámos, de lágrima pendente avivando-nos a presença daquilo que podem vir a ser só memórias.
Por vezes sinto-me triste de ter nascido neste país, por vezes é muitas vezes, vezes de mais não posso deixar de constatar.
A Quinta podia ser um imenso parque verde, pejado de actividade, vida, natureza, imaginação. Talvez tudo isso fique só para as televisões nos prédios novoriquistas que se configuram no horizonte ainda repleto da luz infinita do céu azul ...
Por trás o mesmo apetite voraz de um grupo imobiliário, um grupo imobiliário de um banco multi-milionário, um tal banco Espírito Santo ...

pjp

1 Comentários:

At 2:21 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Vamos apelar ao boicote. Não compremos produtos financeiros do BES nem de outras como a SONAE e a GALP.
Abraços
http://bioterra.blogspot.com

 

Enviar um comentário

<< Home