GAIA - Porto

Grupo de Acção e Intervenção Ambiental

sexta-feira, março 31, 2006

comboios Porto-Vigo

A ilógica CP
A alteração ao horário dos comboios Porto-Vigo, recentemente em vigor, não vem ajudar em nada os utentes deste serviço. Para todos os que costumamos usar este comboio só ganhamos uma dor de cabeça.
O comboio que sai do Porto às 8h da manhã, utilizado por mim e muitos outros jovens com destino a Santiago de Compostela, passa a chegar a Redondela uns minutos depois do que era normal, salvo erro às 12h01 locais. Ora, às 12h04 locais temos um rápido com destino à Corunha, que nos servia perfeitamente de ligação. Como o comboio português NUNCA cumpre o horário, passamos a correr o risco de não apanhar esta importante ligação.
Questiono-me, como muitas outras pessoas, por que é que a viagem passou a ser mais morosa? Porquê? A juntar-se às recentes notícias internacionais sobre a morosidade deste serviço, para não falar do desconforto, juntam-lhe agora esta incomodidade. O jornal corunhês A Voz da Galiza, juntamente com ciclistas galegos de renome, como o Óscar Pereiro, realizaram este trajecto em bicicleta e comboio, tendo reparado que o comboio só andava 9 Km por hora mais rápido do que as bicicletas!
Este é mais um caso de marketing inverso, o que vem sendo praticado pela CP ao longo dos últimos anos, como forma de afastar cada vez mais clientes, talvez para a decretar inviável daqui a uns tempos... é inaceitável esta situação.
A mesma CP, que pretende encerrar várias linhas decretadas deficitárias economicamente, vem praticando, um pouco por todo o país, este tipo de marketing. Para qualquer pessoa racional, tal não é nem parece ser lógico. Mas para os senhores engenheiros da CP, habituados a viajar nos seus carros topo de gama, nada os faz pensar o contrário. Uma vez mais brincam com as vidas de milhares de pessoas.
O serviço ferroviário Porto-Viana-Valença-Vigo só não é mais popular devido ao desconforto dos comboios, associado à lentidão e ao desajustamento dos horários, feitos a pensar na fuga à intermodalidade. Quem se atreve a viajar três horas num banco duro e rígido, sem espaço para as pernas nem para os sacos de viagem?
Se a CP não quer melhorar o serviço, então deixemo-nos de falsos patriotismos e entreguemos este serviço à espanhola Renfe, que possui comboios de muito melhor qualidade, mais rápidos e confortáveis. E já agora, muito menos poluentes, também.

sábado, março 25, 2006

Pic Nic Vegetariano de Primavera - adiado uma semana

Pic Nic Vegetariano de Primavera - adiado uma semana

Por motivos meteorológicos o pic nic será adiado uma semana.
Assim mantém-se o convite para um dia bem passado, com as actividades que tanto
ansiávamos, mas no Domingo dia 2 de Abril.
Caso a Primavera ainda não tenha chegado de hoje a uma semana, anunciaremos um
local alternativo a salvo dos aguaceiros.
Até Domingo que vem!

Pelo GAIA-Porto,
Vera Martins

Mais informações pelo telemóvel 918120832/934476236 e actualização
permanente do programa em http://movimento-atma.blogspot.com


-------------------------------------------------------
Pic Nic Vegetariano de Primavera


O GAIA-Grupo de Acção e Intervenção Ambiental e o Movimento ATMA-Abolição
de Todos os Maus Tratos a Animais convidam todos os interessados em saber mais
sobre vegetarianismo, veganismo, vida saudável, a participar no próximo pic
nic, o primeiro deste ano, pic nic de Primavera.

Domingo 2 de Abril a partir das 12h no Parque da Cidade. Entrada pela Avenida
da Boavista, próximo do lago do núcleo rural.
Durante todo o dia teremos várias actividades tais como oficinas, momentos
musicais e a inédita feira de trocas, que consiste numa troca informal de tudo
o que a imaginação dite. Mais concretamente será disponibilizada uma
área própria para os objectos em exibição.
Quem sabe se alguém já não quer aquilo que outra pessoa tanto procura.

Assim convidamos para um dia bem passado onde se podem quebrar algumas ideias
feitas sobre comida vegetariana e o seu sabor.
A participação neste evento é gratuita, sendo aconselhável que cada pessoa
leve apenas alguma comida vegetariana para partilhar, e o seu prato, talher e
demais utensílios,para evitar desperdício de utensílios descartáveis.

Mais informações pelo telemóvel 918120832/934476236 e actualização
permanente do programa em http://movimento-atma.blogspot.com

quarta-feira, março 22, 2006

pic nic- se o tempo o permitir

Pic Nic Vegetariano de Primavera
O GAIA-Grupo de Acção e Intervenção Ambiental e o Movimento ATMA-Aboliçãode Todos os Maus Tratos a Animais convidam todos os interessados em saber maissobre vegetarianismo, veganismo, vida saudável, a participar no próximo picnic, o primeiro deste ano, pic nic de Primavera.
Domingo 26 de Março a partir das 12h no Parque da Cidade. Entrada pela Avenidada Boavista, próximo do lago do núcleo rural.Durante todo o dia teremos várias actividades tais como oficinas, momentosmusicais e a inédita feira de trocas, que consiste numa troca informal de tudoo que a imaginação dite. Mais concretamente será disponibilizada umaárea própria para os objectos em exibição.Quem sabe se alguém já não quer aquilo que outra pessoa tanto procura.
Assim convidamos para um dia bem passado onde se podem quebrar algumas ideiasfeitas sobre comida vegetariana e o seu sabor.A participação neste evento é gratuita, sendo aconselhável que cada pessoaleve apenas alguma comida vegetariana para partilhar, e o seu prato, talher edemais utensílios,para evitar desperdício de utensílios descartáveis.
Mais informações pelo telemóvel 918120832 e actualização permanente doprograma em http://movimento-atma.blogspot.com

quarta-feira, março 15, 2006

artigo no jornal "the independent"

estudo recente afirma que a criação intensiva e o comércio internacional de aves, e não as aves em estado selvagem, são os principais responsáveis pela disseminação da gripe das aves. http://news.independent.co.uk/environment/article347790.ece

quarta-feira, março 08, 2006

19 de Março: Concentração contra o Nuclear - Vamos a Ferrel!







19 de Março: Concentração contra o Nuclear - Vamos a Ferrel!


No próximo dia 19 de Março serão comemorados os 30 anos da luta contra a opção da energia nuclear em Portugal com uma concentração em Ferrel (Peniche). Pretende-se reunir um número muito alargado de pessoas e entidades, pelo que foi construída uma página na Internet com toda a informação sobre este evento (www.ferrel30anos.pt).
Em 1976, em Ferrel, no concelho de Peniche, realizou-se uma manifestação da população local contra a opção pela energia nuclear em Portugal, que representou um dos primeiros momentos desta luta em Portugal.

Ainda que a data concreta seja a de 15 de Março (sendo esta assinalada por conferências de imprensa em vários pontos do país no próximo dia 14), optou-se por marcar o dia 19 de Março, domingo, para a concentração de cidadãos. Com esta concentração pretende-se homenagear o povo de Ferrel, mas também todos aqueles que aí se manifestaram há 30 anos, demonstrando que a energia nuclear não é a solução, sendo fundamental apostar na eficiência energética e nas energias renováveis, se queremos que Portugal se desenvolva de forma sustentável.

Como primeiro passo para esta comemoração foi criada uma página na Internet – www.ferrel30anos.org - onde todos os interessados poderão conhecer de forma mais aprofundada o que se passou em Ferrel há 30 anos atrás e posteriormente em 1978, bem como os objectivos e programa do evento, para além de documentos e contactos úteis sobre a temática do nuclear.

Em redor desta acção de comemoração, esboça-se igualmente uma Plataforma Não à Opção Nuclear em Portugal, a constituir por cidadãos, associações e instituições que a ela queiram aderir, e que pretende manter, no debate energético nacional, não só uma firme rejeição do nuclear, como provar que a aposta no nuclear representaria um obstáculo e um desvio às verdadeiras apostas necessárias e urgentes nas energias renováveis de baixo impacto ambiental e na eficiência energética, que reforcem a autonomia e não a dependência do país.

Plataforma pelo Não ao Nuclear (em formação)
Lisboa, 7 de Março de 2006

Para quaisquer esclarecimentos contactar:

Susana Fonseca (Quercus, Associação Nacional de Conservação da Natureza): 936603683
Gualter Baptista (GAIA-Grupo de Acção e Intervenção Ambiental, Lisboa): 919090807
José Luís Almeida e Silva (jornal Gazeta das Caldas, Caldas da Rainha): 262 870050
Paulo Trancoso (MPT – Partido da Terra): 912538848
José Carlos Marques (Campo Aberto - Associação de Defesa do Ambiente, Porto): 229759591


Região do Porto

A Campo Aberto está a organizar a deslocação a Ferrel, em autocarro, a partir do Porto.

Custos de inscrição

Deslocação em autocarro: 15 euros

Custo simbólico do almoço de confraternização: 5 euros.

Quem desejar deslocar-se em autocarro e almoçar deverá transferir 20 euros. Quem optar por levar farnel deverá transferir apenas 15 euros. Quem desejar apenas reservar o almoço deverá transferir 5 euros.

Forma de pagamento

O pagamento deverá ser feito por transferência bancária para o NIB 00 33 000 000 049 0072 99 41, de Cristiane Carvalho.

Os comprovativos poderão ser enviados por e-mail, mas terão que dar entrada até dia 13 de Março. Juntamente com o comprovativo deverão indicar:

- Nome;

- Contacto;

- Se opta por refeição vegetariana (a cargo do Grupo GAIA, presente no local com a acção Dia do Pai Ecológico, e cujo custo será igualmente 5 euros); na ausência de especificação, assume-se que participa na refeição geral oferecida pelos anfitriões (Peniche, Ferrel).

Contactos úteis

Todas as comunicações deverão ser enviadas ao cuidado de Cristiane Carvalho.

Tel: 96 330 56 63

Email: cristianepc@gmail.com

Outras informações

- As desistências até 10 de Março serão reembolsadas

- PRAZO LIMITE DE INSCRIÇÃO: segunda-feira, 13 de Março (para facilitar a organização, agradece-se a inscrição o mais cedo possível).

Programa

(para informações mais detalhadas consultar programa previsto)

Saída do Porto: 7H15 da manhã

Local de encontro: Parque das Camélias, à Batalha (Porto)

Chegada ao Porto- 21H30 (aproximadamente)

segunda-feira, março 06, 2006

Naturocoop

A Naturocoop, Cooperativa de Agricultura Biológica, precisa de alguém que fique na loja do Parque da Cidade aos fins-de-semana, apenas durante a hora de almoço (1 a 2 horas).
Será obviamente remunerada. A loja fica no Núcleo Rural (entrada de Aldoar) mesmo à beira da loja de Comércio Justo. Quem estiver interessad@ deve entrar em contacto com o sr. Alberto Gomes - 961217040.